Bem vindo à Nano Cell!
Na Nano Cell você pode ver as mais recentes notícias, análises e muito mais, álem de poder compartilhar as suas dúvidas e problemas para ser ajudado.

Para poder participar no fórum, você deve estar registrado e logado.

Registre-se e participe no fórum.

[Tutorial] Como Fazer Overclock da Placa de Vídeo

Ir em baixo

[Tutorial] Como Fazer Overclock da Placa de Vídeo

Mensagem por Okdok em Sab 17 Jul - 13:26

Veja aqui como deixar sua placa de video com um desempenho melhor

Você pode aumentar o desempenho do seu micro para rodar jogos efetuando um overclock em sua placa de video. O overclock é uma técnica onde uma determinada peça de hardware é configurada para trabalhar com uma freqüência de operação (clock) acima da especificada, fazendo com que o dispositivo obtenha um desempenho superior. Neste tutorial explicaremos em detalhes como fazer um overclock em sua placa de vídeo.

Se a placa de vídeo do seu computador é integrada à placa mãe (ou seja, sem micro tem “vídeo on-board”) você não poderá fazer um overclock nela, já que o micro não tem uma placa de vídeo “de verdade” instalada – neste caso o vídeo é produzido pelo chipset da placa-mãe. Neste tutorial abordaremos exclusivamente de placas de video “de verdade”, ou seja, aquelas que são conectadas ao micro através de um slot de expansão.

Para aprender como fazer um overclock em sua placa de vídeo você precisa saber primeiro como ela funciona. Na Figura 1 você pode ver um diagrama básico mostrando os componentes principais de uma placa de vídeo e como eles estão conectados.



Figura 1: Anatomia de uma placa de vídeo.

O coração de uma placa de vídeo é o seu chip gráfico, também conhecido como GPU, Graphics Processing Unit. O clock do chip gráfico é conhecido, em inglês, como “core clock” ou “engine clock”. Normalmente quando pensamos em overclock da placa de vídeo a primeira coisa que vem à mente é aumentar o clock do chip gráfico.

A nova série de chips gráficos GeForce 8 da nVidia tem dois sinais de clock, um usado por suas unidades de sombreamento e outro usado pelo resto do chip (o clock do chip gráfico que acabamos de descrever). Até agora nós não sabemos se este segundo sinal de clock (clock das unidades de sombreamento) pode ter o seu clock aumentado ou se ele é de alguma forma conectado ao clock do chip gráfico. Nós atualizaremos este tutorial assim que tivermos uma placa de vídeo baseada nesta nova arquitetura para clarificar esta questão.

O chip gráfico é conectado à memória de vídeo (que está fisicamente localizada na placa de vídeo) através de um barramento de memória dedicado (seta amarela na Figura 1). Este barramento também é sincronizado com um sinal de clock, também conhecido como “clock da memória”. Nós também podemos aumentar este clock de modo a aumentar o desempenho da placa de vídeo. Nós também mostraremos a você como fazer isto neste tutorial.

Uma coisa importante a ter em mente é que o barramento da memória nas placas de vídeo modernas normalmente trabalha transferindo dois dados por pulso de clock, técnica esta conhecida como DDR, Double Data Rate, ou taxa de transferência dobrada. Por causa desta técnica o clock da memória pode às vezes ser referenciado como sendo o dobro do seu clock real, pois a taxa de transferência obtida através da técnica DDR é o dobro da taxa de transferência de uma memória comum transferindo apenas um dado por pulso de clock. Para evitar confusão ao longo desse nosso tutorial, nós adicionaremos as letras DDR após os clocks que são “dobrados”. Por exemplo 300 MHz e 600 MHz DDR são a mesma coisa, já que este clock de 600 MHz DDR é na verdade 300 MHz transferindo dois dados por pulso de clock.

O barramento da memória – que pode também ser chamado de interface da memória – transfere certo número de bits por vez entre o chip gráfico e a memória de vídeo – 64 bits, 128 bits, 256 bits, etc. Este número é fixo e você não pode mudá-lo. Em outras palavras, não existe uma maneira de você transformar sua placa de vídeo de 128 bits em uma de 256 bits. Esta é uma limitação física: cada bit é transferido através de um fio individual na placa de circuito impresso da placa de vídeo. Dessa forma, uma placa de vídeo com interface de memória de 128 bits tem 128 fios conectando o chip gráfico à memória. Portanto é impossível mudar este número, já que você precisaria adicionar mais 128 fios entre o chip gráfico e os chips de memória (e provavelmente adicionar ou mudar os chips de memória). A mesma coisa é válida para o tamanho da memória de vídeo: você não pode transformar sua placa de vídeo de 128 MB em uma de 256 MB simplesmente porque você precisaria adicionar mais memória nela.

O chip gráfico é conectado à placa-mãe através de um slot de expansão, como o PCI Express e o AGP. Esta conexão também é feita a um determinado clock (100 MHz para o PCI Express e 66 MHz para o AGP) e algumas placas-mãe permitem que você aumente este clock, nos dando assim uma terceira opção para fazer um overclock na placa de vídeo. Note que esta opção depende da placa-mãe e não da placa de vídeo, já que é a placa-mãe quem controla o slot de expansão onde a placa de vídeo é instalada. Algumas placas-mãe voltadas para o overclock também oferecem uma opção para você aumentar a tensão de alimentação do slot de expansão (ou seja, a tensão da placa de vídeo), que pode fazer com que sua placa de vídeo obtenha um overclock ainda maior.

Nós podemos, portanto, configurar três tipos de overclock: aumentar o clock do chip gráfico, aumentar o clock que o chip gráfico usa para se comunicar com a memória de vídeo e aumentar o clock que a placa-mãe usa para se comunicar com a placa de vídeo. Você pode até mesmo mudar essas três opções ao mesmo tempo para explorar o desempenho máximo que sua placa de vídeo é capaz de fornecer. As duas primeiras configurações de overclock são feitas na placa de vídeo e você pode mudar esses dois clocks em qualquer placa de vídeo, enquanto que a terceira é feita no setup da placa-mãe e dependerá se sua placa-mãe tem esta opção de configuração ou não.

A primeira coisa que você precisa fazer é descobrir o clock do chip gráfico e da memória da sua placa de vídeo. A melhor maneira de verificar isto é usando um programa chamado PowerStrip. Este é também o programa que usaremos para fazer o overclock da placa de vídeo. Dependendo da versão do driver de vídeo que você estiver usando, ele pode oferecer as mesmas funcionalidades do PowerStrip – incluindo a opção de overclock. Como nós não podemos afirmar se o driver de vídeo que você tem ou não este recurso, nós preferimos usar o PowerStrip.

Ao executar este programa pela primeira vez você verá os clocks que a sua placa de vídeo está realmente trabalhando. Da segunda vez em diante, o PowerStrip iniciará minimizado na barra de ferramentas e você precisará clicar com o botão direito do mouse em seu ícone e escolher a opção Performance Profiles, Configure.

Preste atenção pois no caso das placas de vídeo com chips da ATI o PowerStrip reportará o clock da memória real, mas para placas de vídeo com chips da nVidia o PowerStrip reportará o clock da memória em DDR (duas vezes o clock real).

Vejamos alguns exemplos. Na Figura 2 você pode ver os clocks usados pela nossa Radeon 9800 Pro: 378 MHz para o chip gráfico (“core clock”) e 337 MHz para a memória. Já na Figura 3 você pode ver os clocks usados por nossa GeForce 6800 GS: 425 MHz para o chip gráfico e 1.000 MHz DDR para a memória.



Figura 2: Clocks usados por uma Radeon 9800 Pro.



Figura 3: Clocks usados por uma GeForce 6800 GS.

Você pode comparar os clocks que sua placa de vídeo usa com o clock padrão do fabricante para a sua placa de vídeo. Clique aqui para ver nossa Tabela Comparativa dos Chips da ATI ou clique aqui para ver nossa Tabela Comparativa dos Chips da nVidia. Note que o clock da memória nessas duas tabelas está “dobrado” (ou seja, DDR).

Como você pode ver em nossa tabela, a Radeon 9800 Pro tem um clock padrão de 380 MHz para o chip gráfico e 680 MHz DDR (340 MHz x 2) para a memória, e a GeForce 6800 GS tem um clock padrão de 425 MHz para o chip gráfico e 1.000 MHz DDR (500 MHz x 2) para a memória. Como você pode ver, nossas duas placas de vídeo estavam usando os clocks padrão do fabricante do chip. Diferenças menores do que 5 MHz são normais e que não significam que sua placa de vídeo está trabalhando com um clock “errado”.

Em algumas situações você descobrirá que sua placa de vídeo já vem com overclock de fábrica, o que significa que o fabricante já configurou a placa para trabalhar com clocks mais elevados. Mesmo que este seja o seu caso, você pode tentar fazer um overclock ainda maior em sua placa de vídeo.
Vamos explicar agora o procedimento básico de como fazer um overclock da placa de vídeo.

Após a instalação do PowerStrip, ele será carregado toda vez que você ligar o micro e estará disponível na barra de ferramentas do Windows, próximo ao relógio. Para fazer um overclock na sua placa de vídeo clique com o botão direito do mouse no pequeno ícone do programa e selecione Performance Profiles, Configure, como mostrado na Figura 4.




Figura 4: Abrindo a tela de configuração de overclock do PowerStrip.

É muito importante notar que as mudanças feitas em sua placa de vídeo usando o PowerStrip não são definitivas e só surtirão efeito quando o PowerStrip estiver minimizado na barra de ferramentas. Portanto, se você desabilitar (por exemplo, desabilitando sua inicialização com o utilitário Msconfig) ou desinstalar o PowerStrip sua placa de vídeo não trabalhará mais em overclock.

Isto significa que se o micro travar ou algo der errado enquanto você estiver fazendo o overclock da placa de vídeo, basta reiniciar o computador para que o seu micro volte a funcionar normalmente.

Na tela que será mostrada você pode livremente configurar o clock do chip gráfico e o clock da memória usando as barras de rolagem existentes, como você pode ver na Figura 5.



Figura 5: Fazendo um overclock na placa de vídeo.

Note que o overclock pode funcionar ou não. Após ter efetuado os ajustes no clock, rode um jogo 3D em seu modo de teste de desempenho (Quake 4, por exemplo) e verifique se o computador trava ou reinicia sozinho. Se isto acontecer significa que você configurou o clock além da capacidade suportada pela sua placa de vídeo.

O uso de um jogo em seu modo de teste de desempenho é também excelente para você ver o ganho de desempenho que obteve com o overclock: primeiro rode o jogo com a placa de vídeo trabalhando sem overclock e então compare os resultados com o obtido com a placa em overclock. Se você não sabe usar um jogo 3D no modo de teste de desempenho não deixe de ler nossos tutoriais sobre o assunto: Como Testar o Desempenho do Micro com o Battlefield 2142, Testando o Desempenho 3D da Sua Máquina com o Quake 4 e Testando o Desempenho 3D da Sua Máquina com o Doom 3 e com o Far Cry.
avatar
Okdok
Administrador
Administrador

Masculino
Idade : 27
Núm. Mensagens : 239
Localização : São Paulo
Humor : Simpatico
Data de inscrição : 15/03/2010

http://daveweb.forumeiro.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum